sexta-feira, 26 de julho de 2013

Resenha: O Substituto

por: Brenna Yovanoff


Sua vida? pacata.
Sua cidade? Tranquila.
Seu futuro? Incerto.
Seu Passado? Obscuro.


Parece que nós, mortais, somos os únicos a querer  viver aventuras, conhecer civilizações  antigas e mundos governados por princesas. É, parece que, apenas nós, queremos isso. Por que então  o nosso querido personagem Mackie Doyle não se alegra nem um pouquinho com essa ideia de liberdade e novidades ? Porque o nosso amigo Mackie é um pouquinho diferente...

Mackie sempre soube que fora “adotado”, não de um jeito normal, mais para um jeito... deixado em um berço humano para tentar ter uma vida humana. O garoto é um substituto. Foi trocado pelo verdadeiro filho da família Doyle, há dezesseis anos. Agora, ele corre contra o tempo para descobrir por que ele é o único da cidade, e o único que conhece, que tem uma terrível alergia a sangue, solo consagrado e ferro.  Ele não queria nada disso, apenas queria ser normal. Um dos adjetivos que menos  se encaixam no garoto.

 Não podemos dizer que ele também não tinha amigos, é claro que  tinha, eles até tinham se acostumado com seu jeito sinistro e com seus olhos  tão negros quanto a noite, nunca perceberam, mas nunca houve um humano com tais olhos. Eu disse humano?  Um desses seus amigos se chamava Tate, uma garota um tanto estranha, mas humana, isso posso garantir. Quando a irmã da garota, a sorridente e rechonchuda Natalie, desapareceu, ninguém pareceu  se importar, o que é um tanto sinistro. Por que eles não se preocupam  com a garotinha? Porque essa cidade se chama Gentry (e nessa cidade coisas assim sempre aconteceram e sempre acontecerão, os moradores apenas pararam de lutar).

Tate sabia que não tinha ficado louca, que a sua irmã tinha sido SIM sequestrada, mas ninguém a ouvia, apenas Mackie, ele sim ouvia, mas não fazia nada.

Quando ele começa a descobrir suas origens e sobre o submundo que existe embaixo da escória de lixo da cidade, ele percebe que o segredo que Gentry esconde é muito mais escuro e podre do que imaginava,  que quando as pessoas botavam amuletos em frente a suas casas, não eram apenas  superstições bobas.

O garoto descobre a Casa do Caos, uma mini civilização que mora sob a escória de lixo, que é governada por uma menina princesa e habitada por garotas-cadáveres. Ele percebe que quando está com essas  pessoas tão estranhas, ele se sente em casa, o que não deveria acontecer, certo? Mackie não deveria se sentir assim, pois ele tinha uma família, ele tinha um lar, ele era human... Ele era? O que Mackie era? Isso, ele não sabia, a única coisa que ele sabe é  que o futuro da irmãzinha de Tate está em suas mãos, assim como o futuro de todos o moradores da cidade.

Uma história um tanto agradável quanto estranha,  doce e amarga. Demostra o amor e  a solidão que juntas  se misturam ao segredos mais escuros de uma cidade que tem medo de seu passado.  Com um começo um tanto lento, a história demora um pouco para chegar ao seu ápice,  mesmo quando chega, não é, de toda emoção e inesperado.  Claro, tem um ótimo suspense, que é carregado com muito esforço até o final, este por sua vez  é um tanto abrupto, nada muito extravagante e que desde o início foi esperado.  Uma boa leitura, pra uma sessão da tarde, quem sabe !!
 
 
Espero que tenham gostado...
Deixem seus comentários sobre o livro e até mais.

14 comentários:

  1. Olá, te indiquei para um selinho lá no meu blog. Dá uma olhadinha.

    http://umsimplesprazer.blogspot.com.br/2013/07/selinho-versatile-blogger-award.html

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Confesso que olhando a capa e lendo a resenha não fiquei muito empolgado em ler o livro, não faz muito meu estilo.

    Mas gostei muito da forma que escreve suas resenhas, parabéns.

    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Karol!

    Adorei o estilo da resenha, achei bem divertido e fez até eu querer ler esse livro, apesar de estar um pouco cansada de histórias sobrenaturais :)

    Beijinhos,
    Babi
    www.ummetroemeiodelivros.com

    ResponderExcluir
  4. oi Karol, tudo bem? Eu indiquei o seu blog para uma tag, que é uma homenagem e um meio de manter os blogs que eu gosto ligados, e quem sabe você conhecer alguns outros blogs que eu mantenho contato. Espero que goste.

    http://bisbiblogando.blogspot.com.br/2013/08/tag.html

    Bjo
    Luh Costa
    Bisbiblogando

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não conhecia o livro, mas a abordagem parece ótima... Gosto de mistérios!

    Adorei o blog e já estou seguindo!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Karol, não conhecia o livro, mas me parece ser muito interessante!!
    Te indicamos a um selinho no nosso blog:
    http://nadescricao.blogspot.com.br/2013/08/selinho-2-versatile-blogger-award.html

    Abraços, Tales.

    ResponderExcluir
  7. Essa capa me dá muito medo kkkkkkkkkkkkk
    Mas parece ser boa a obra, adoro coisas assim =P

    Beijos
    http://slothreaders.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!, Deus te abençoe boa noite, amiga eu não conheço o livro mai a resenha esta maravilhosa sucesso amiga.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. A capa é sinistra! Quanto a estória me deixou com vontade de ler, não intrigada, mas com vontade. Parece algo que flui fácil e por isso te prende.
    Aliás, muito bom o seu blog.


    http://leitoraemtransicao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho uma SUPER vontade de ler esse livro, mas cadê a coragem? Não gosto de livros parados, que demoram pra se desenrolar até chegar ao final. :(
    Talvez eu até o abandonaria antes mesmo de chegar ao ápice.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  12. A capa chama atenção e a temática é boa, a autora só deveria ter desenvolvido mais.
    te indiquei para uma tag, espero que goste http://heybooks.blogspot.com.br/2014/05/tag-sugestoes.html

    ResponderExcluir
  13. O alvo de meu blog é divulgar o bom nome de Jesus.
    E levar cada crente mais perto de seu Senhor, ficarei feliz se quiser fazer parte dele, contudo não deixarei de visitar, e comentar em seu blog.
    Ficarei á espera da sua amizade virtual.
    Minhas saudações em Cristo Jesus.Peregrino e Servo.

    ResponderExcluir